Carta para passarinho ler.

Filho,
Há tanta coisa dentro de mim, guardada, que tem vindo pelas beiradas. Confesso, que tem horas que vem como grito e berro – o que não faz bem para ninguém. Outras, cai uma lágrima de canto de olho. É coisa bonita. Ou um sorriso sincero.

Ando emotiva. Sensibilizada pelas miudezas da vida.
Muita coisa diferente desperta isso em mim. Uma música na rua, o vendedor de aipim, os cachorros na praça, pai e filho brincando de esconde-esconde, a lembrança de meu avô, o raio de sol que ilumina metade da calçada, e você. principalmente você.

Filho, você é essa coisa extraordinária que tira a vida da orbita. para o bem e para o mal.
Fico aqui sentada no sofá rindo de suas pequenas bobagens maravilhosas, do seu jeito irritantemente lindo de reverenciar todas as motos que passam na rua – e quantas motos há em São Paulo, meodeos. Da sua incansável força de vontade de seguir mesmo após as quedas, os “nãos” ou qualquer limite dado. E mais que tudo da sua alma de violeiro.

Desde que te tinha na barriga, sabia que o que havia em mim era passarinho. E você, ah filho, você é todo cantador. Nasceu assim, livre e cheio de música.

Não me leve a mal, isso aqui não é sina que te dou. Não é destino que te marco. Não há disso na vida, veja bem. Sabe-se lá o que você será amanhã, quanto mais daqui há anos. O que sei, pequeno, é de hoje, de ontem e de sempre. Do seu cantarolar pela casa, da sua liberdade em ir e vir, seguro e decidido, do violão sempre na mão e o ouvido atento.

E me pergunto aqui, de onde veio esse gosto pela música, você filho de uma mãe que não sabe nem bater palmas. E lembro do meu avô  – que te conheceu tão pouquinho e te amou tanto -, das tantas aulas de música que ele me deu (em vão), das partituras, das serestas, dos cadernos de música, do violão antes de dormir para cantar Acalanto. Da sua vontade de nascer uma outra vez músico. violeiro. passarinho.

Você chegou nesse mundo, filho.
E ele se foi.
Que  a vida é assim. Ciclo. Movimento. Ir e vir. Em um eterno renovar-se.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s