Alimentação, cagação de regra e bolo de abacaxi.

Outro dia (deve fazer mais de mês isso, já que eu demoro muito para conseguir escrever aqui) fiz um bolinho de abacaxi que ficou delícia e super nutritivo. Muita gente pediu a receita. Fiquei naquela de escrever, mas sabe, fiz de olho, inventando a receita na hora com o que tinha em casa, não sabia bem reproduzir. Enquanto tentava organizar a receita em medidas reproduzíveis fui pensando tanta coisa, filosofando , nas minhas reflexões maternas. Sobre isso que queria falar.

Estou aprendendo depois de mais de ano alimentando o Nico que cada um sabe o que é melhor pro seu filho e para sua família. Todo o resto são só dicas, conselhos, coordenadas. O caminho a gente faz, com o que tem, com o que quer, com o que dá. Sem culpa.

 

Demorei para entender isso. Na minha ânsia de mãe perfeita, de oferecer o “melhor”, o ideal. Bebês não  bebem sucos – mesmo naturais- , não comem açúcar até os dois anos, pipoca não pode, mel só depois de um ano, o mesmo vale para o leite de origem animal e seus derivados, para clara do ovo – dizem uns- , e para a gema – dizem outros.

Doido eu falar isso – eu que nunca fui xiita. Que sempre deixei comer pipoca, ovo, sal… Mas quanta culpa! Eu sempre ri da loucura que é sofrer por estar dando um cadinho de suco de uva integral para cria, pensando que eu mesma quando pequena tomava Coca-Cola.

Claro que a gente quer oferecer para as crias o melhor que há (dentro daquilo que cada um considera melhor) – seja danoninho da marca cara, seja farinha de amaranto. Mas comumente o que a gente vê é fórmula pronta para filho perfeito, para prêmio de mãe do ano. A gente esquece de problematizar as coisas, de pesquisar e ver de onde vem que ovo não pode, o sal rosa, a chia, a linhaça, a quinoa, que isso que aquilo …

Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa – já diria meu avô. Não vou dar coca-cola, mas deixei comer docinho de festa e fiz que não vi. Sem culpa mesmo. A boa alimentação se faz nos hábitos alimentares, na rotina, no que oferecemos todos os dias. Claro que às vezes penso que seria melhor nunca ter apresentado o pão de queijo, o biscoito polvilho, o suco de uva, sabe.
Hoje, 20 meses de maternidade estou para dizer que há coisas mais importantes nessa vida. Cansada desse mundo da farinha de amaranto, da elitização da alimentação, de culpa.

Eu continuo vibrando quando o pequeno come brócolis. Oferecendo o máximo de cores possíveis em um prato, buscando receitas, inventando moda, assando pães e bolos (afinal, são coisas que sempre amei fazer). Se essa não é a sua, de boa, sem noia. Arroz e feijão é saúde, sabe.

Sim, esse texto está confuso. É que não tem receita. Nem para redação (só para as do ENEM que são chatas a beça), nem para nada nessa vida.

IMG_20170621_131953

E o bolo você faz assim:

Bata no liquidificador uma ou duas bananas maduras, uma maçã que a cria mordeu e não quis mais, pedaços de abacaxi, um pouco de água do abacaxi, três ovos e uma meia xícara de óleo (qualquer tipo que você quiser). Pode um pouco de açúcar, de melado, de mel – a depender do seu paladar ou humor. Depois junta a farinha (de trigo, de aveia, de linhaça, mistura o que tiver, inventando proporções). Mexe bem e o fermento vai por último delicadamente. Agora vem a graça: acrescente o que quiser: pedaços de abacaxi, canela, passas, coco ralado, damasco, gotas de chocolate (amargo, orgânico, M&Ms). Leve ao forno em forma untada e enfarinhada e não abra antes de 20 minutos para não solar. Boa sorte e muito amor.
IMG_20170621_131851
Observação: nem sempre dá certo, que bolo tem fase como a lua. Mas desanima não, que a vida é esse ir tecendo sem ir se atendo.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s