5, 2 Esse tal de Coletor Menstrual

Meu filho usa (preferencialmente) fraldas de pano – para o horror e desespero da minha mãe. Agora, me diz se faria sentido eu seguir minha vida usando absorventes todo santo mês?

Quando começou o boom dos coletores menstruais, quando começou a se falar sobre (ou pelo menos quando eu comecei a escutar), eu fiquei grávida. Nove maravilhosos meses sem me preocupar com isso de absorventes e coisa e tal. Depois, com a amamentação, foram mais três. E então, tudo voltou outra vez – muito mais forte que antes.

(aqui cabe uma observação e dizer que o aumento do meu fluxo não tem nada a ver com ter engravidado. E sim, pois escolhi colocar DIU. Agora convivo com muitas cólicas, muitoooo sangue e uma possibilidade quase nula de ter outro bebê lindinho).

Voltando. Podemos fazer contas:

Em média, cada mulher usa cerca de 10 absorventes descartáveis em cada ciclo menstrual. Levando em consideração que, ao longo da vida fértil, cada mulher tem mais de 400 ciclos, a quantidade de absorventes jogados no lixo ultrapassa 4 mil unidades durante a vida reprodutiva de uma mulher.

Tirei esse número daqui, mas tô pra dizer que acho que é mais, hein.

misscup-coletor-menstrual-miss-1024x326

Para além da geração de lixo, o absorvente externo descartável sempre foi detestável. 1.Muito incomodo.
2. Me deixava toda assada, com alergia, principalmente no verão ou no calor insuportável do Rio de Janeiro.
3. Vaza.

tabela comparacao inciclo coletor menstrual x absorvente

20150302190903318019e

Como alternativa, já inventaram o absorvente interno descartável (que eu nunca consegui me dar bem também), mas que gera tanto lixo quanto. O que fazer, então?

1. absorventes de pano modernos
2. coletores menstruais de silicone

Os primeiros vão ser assunto para outra conversa. Não os uso, ainda. O segundo comprei quando ainda nem tinha menstruado pós-gravidez. Não vou escrever um post super bacana sobre os modelos, como escolher etc e tal, pois simplesmente não fiz essa pesquisa. Fui preguiçosa e comprei o primeiro que me pareceu bacana e sem grandes mistérios.

Vou só contar o que tenho achado depois de três meses de uso contínuo:

1. Realmente não vaza, mesmo com fluxo intenso. Depois de dois dias seguidos trocando a roupa de cama resolvi tomar coragem e usar.download

2. Incomoda no começo e você fica receosa de colocar um troço dentro de você e nunca mais achá-lo.

3. É preciso relaxar pra coisa funcionar

4. Use um absorvente externo nos primeiros dias, até se adaptar e aprender a colocar direitinho.

5. Não dá trabalho. Só lavar, colocar e esterilizar em água fervente depois do ciclo.

coletor-menstrual

6. Não é nojento. É o seu sangue. Lide com isso. Jogue fora. Fim. (ou adube as plantas).

fertilizei-minha-salada-com-sangue-de-menstruacao-1413241820683

7. Investimento inicial aparentemente alto (acho que paguei 75 dilmas, na época das dilmas, agora não sei mais qual a moeda corrente). Mas só ver quanto tá o pacote de absorvente no mercado e uns 4 ciclos acho que já deu para pagar.
images (1)8. O coletor dura anos.
9. A maior parte do tempo nem lembro que estou com ele. Mas rolou um processo até chegarmos aqui. No primeiro dia foi pavoroso. E eu resolvi cortar parte da aste. Tudo melhorou depois disso (e que eu parei com a noia de que o coletor se perderia dentro de mim e eu não conseguiria retirá-lo de lá).
10.Na hora do sexo você precisa de um minutinho para ir ali tirar (podiam inventar um suporte esterilizado para apoiar. sacangiiii) 
11. Já tive inconvenientes (conto outro dia).
12. Ajuda a se conhecer, baby.

Bom, quem ae usa? Quem tem vontade de usar? Contem para mim! Vamos trocar experiências. Isso é muito importante e empoderador.

coletor-menstrual

p.s.: as imagens não são minhas. Roubei mesmo, pois não tive tempo para tirar foto alguma. Foi malz.

 

 

Anúncios

15 comentários sobre “5, 2 Esse tal de Coletor Menstrual

  1. oramenina disse:

    Eu estava hoje mesmo pensando nisso! Ja me falaram que é melhor que qualquer outro. Mas eu morro de medo de vazar. Então me aconselharam a usar um absorvente no inicio ate eu pegar a pratica. Muito boa sua postagem! Agradecidissima. Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  2. Priscila disse:

    Oi, Ju! Tudo bem?

    Acompanho o que você posta aqui e adoro a forma como você encara o mundo, me inspira bastante.

    Mas, sobre os coletores, eu confesso que tenho certo receio. Visto que sou atrapalhada e vou me embananar na hora de tirar. Estou mais animada agora, já que é normal essa fase de medo e adaptação. No começo do texto você disse que usa DIU, gostaria de saber se você pode falar um pouco sobre sua experiência, pois tá aí um método contraceptivo cheio de tabu.

    Obrigada e grande beijo para vocês.

    Curtido por 1 pessoa

    • aquelaquerebola disse:

      Olá Priscila. Desculpa a demora em responder. Confesso que abandonei um tanto o blog por falta de tempo de sentar na frente do computador e tenho escrito apenas no instagram que é mais rapidinho.
      Quanto ao coletor eu sugiro que voce comece aos poucos, sem pressao, e va usando ele e o absorvente ate se adaptar. Ou nao. e ae nao se adaptanto há outras coisas 🙂
      Quanto ao DIU eu comecei a usar só depois que o Nico nasceu. Pois acredito ser o metodo menos invasivo e mais seguro pra quem tá amamentando. Mas tenho muitooo mais colica e meu fluxo aumentou. dizem que é ainda pior pra quem nao tem filho. Eu, particularmente, nao penso em tirar nao!
      Beijos grandes e obrigada pela visita.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s