1,2,3, Tião Rocha, eu sou sua fã!

Sou formada em psicologia, mas uma das minhas grandes paixões sempre foi a educação. Não, não me especializei em psicologia escolar, nem fui fazer milhões de estágios em escola e depois trabalhar como psicopedagoga e coisa e tal. Uma coisa não necessariamente tem a ver com a outra. Ainda mais que acho que a educação é uma coisa enorme, muito maior que o espaço da escola (opinião minha).

O que eu sempre tive foi o gosto por ler e pesquisar sobre educação e diferentes formas de educação (para além dessa que tanto conhecemos como tradicional). Nessas pesquisas descobri o Tião Rocha, um antropólogo por formação e educador. Deve ter sido pelo youtube (minha maior fonte de diversão e aprendizado, enquanto faço algo com as mãos), onde tem várias palestras completas dele. E se você fizer como eu e assistir todas, já saberá de cor as falas 😉

Tião é uma figura, dessas raras e brilhantes, que a gente guarda com gosto. Sempre de chapéu e apaixonado por Guimarães Rosa, o cara largou o cargo de professor da Universidade Federal de Ouro Preto para ir para o interior mesmo de Minas Gerais. Foi fazer escola debaixo do pé de manga. Se é que aquilo se chama escola…

tiao_rocha_perfil

Pois para Tião, a escola do futuro não existirá. Ela será substituída por espaços de aprendizagem com todas as ferramentas possíveis e necessárias para os estudantes aprenderem.

“Não precisamos de sala, precisamos de gente. Não precisamos de prédio, precisamos de espaços de aprendizado. Não precisamos de livros, precisamos ter todos os instrumentos possíveis que levem o menino a aprender”, defende.

Por que? É que escola tem grade, tem currículo, é instituição fechada parecida com o manicômio e a prisão. A comunidade fica de fora, vira uma coisa a parte, que serve pra “domar” menino, e perde sua função, sua ética. E no fim das contas, a escola é só um dos meios (já muito falido e esgotado) pro que deve ser o fim real: a educação.

size_810_16_9_inspiracao

“Aprendi em Moçambique que para educar uma criança é preciso toda uma aldeia. Se a comunidade assumir a responsabilidade por suas crianças, não vai haver mais criança analfabeta neste país. Isso não é uma política de governo, nem de Terceiro Setor, é uma questão ética. E como se mobiliza a aldeia? Juntando o que as pessoas têm de melhor e disponibilizando”

Agora, melhor do que ler o meu texto, é ir escutar e ler as palavras do próprio Tião Rocha. Para quem quiser saber mais vou deixar alguns links de sites e textos dele. 😉

0027-480x480

Insira uma legenda

DICAS:

. Planeta Sustentável 

. CPCD

Você é um educador? 

A Função Do Educador

Cultura: matéria prima da Educação e do Desenvolvimento

Anúncios

8 comentários sobre “1,2,3, Tião Rocha, eu sou sua fã!

  1. Janaina Rosa disse:

    Que bom te encontrar! Adorei o texto! Admiro Tião Rocha, mas nunca parei para escutar de verdade tudo o que ele pensa sobre a educação. Seu texto me instigou e me ajudou muito. . . Sou professora do 1° ano (fund.1) e por vezes me atrasonos cconteúdos, pois paro muito pra escutar o meu aluno. Nossa aula sempre vira uma conversa sem fim… Daí vejo esse vídeo e chego sentir refrigério. É preciso sim escutar as crianças, ouvir suas histórias… O conteúdo se agregará!
    Obrigada e parabéns pelo post!
    @descobertasdopedro

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s