3,3 Compras da casa e mudança de hábitos

Na minha casa, as compras são feitas basicamente em 2 lugares: feira de orgânicos e no mercado municipal. (okay, okay. vou muito ao mercado aqui do bairro, mas compro coisas específicas, eu juro). E isso tem muito a ver com minha vontade de mudar os hábitos alimentares, gerar menos lixo, comprar coisas mais bacana, incentivar os pequenos produtores e blábláblá.

É só você pensar: para um produto chegar no supermercado há milhões de atravessadores. O preço sobre, e quem paga essa diferença é o consumidor final (nós), óbvio. Um bom exemplo disso é o preço dos temperos. Faça as contas de quanto custa aquele pacotinho de orégano que vem 10g e veja o absurdo que seria o quilo da parada. Ou o quilo da azeitona, da manteiga…

Segundo ponto: quase tudo que se vende no mercado é ultraprocessado ou processado. Vem em uma caixinha, gasta embalagem, gerando lixo ou fazendo mal para a saúde. Esse é meu maior motivo par fugir do supermercado: escapar da tentação dos industrializados (o que nem sempre dá certo, e eu acabo indo lá só pra comprar sorvete).

Faço assim:

> Mercado MunicipalIMG_20160405_182436377
Farinhas, grãos, açúcar, queijos, castanhas, frutas secas, ovos, manteiga, azeitonas, especiarias e tudo que eu encontrar por lá vendido a granel. Também algumas coisas de feira, quando estou precisando no dia (mas o preço não compensa muito não).

> Quitanda

Banana, pão integral, frutas, legumes e verduras aleatoriamente e em pequena quantidade. Compro apenas o que eu for consumir na semana, ou para fazer uma receita específica. Por ser orgânico sai mais caro no geral (por incrível que pareça algumas coisas andam tão caras no mercado que orgânicas saem mais baratas, como as cenouras que comprei essa semana).

> Mercado:
Carnes (no dia da promoção), legumes, frutas e verduras (no dia da promoção), pão francês, frios, iogurte, leite condensado, creme de leite, fermento, azeite, vinagre, sabão em pó, detergente, água sanitária, gordices.

Tem muita coisa que eu quero mudar ainda.
> Sei que os produtos de limpeza podem ser comprados em maiores quantidades em lojas específicas, o que além de sair mais barato geraria menos lixo com as embalagens (como um detergente dura bastante tempo aqui em casa, esse não é o tipo de coisa que tenho colocado como prioridade). Sei que dá para trocar quase todos os produtos de limpeza por sabão de coco, vinagre e limão…
> Muita coisa compro no mercado por questões econômicas. Comer orgânico é caro mesmo. Mas você ganha em vários pontos: uma mercadoria mais fresca, não embalada, com menor custo de transporte.
> Quero ir trocando os industrializados até o ponto de não sentir mais necessidade deles na minha casa. Dá muito bem para colocar inhame no strogonoff no lugar do creme de leite e fica ótimo, questão de hábito. E também dá muito bem para comprar um creme de leite fresco (só é bem mais difícil de achar). Agora, o leite condensado eu ainda não sei muito bem como substituir…

Como vocês fazem as compras de vocês? Quem tem dicas para me passar? Vamos trocar figurinhas!

Anúncios

4 comentários sobre “3,3 Compras da casa e mudança de hábitos

  1. Simplifica disse:

    O que temos feito por aqui é cortar a maioria dos industrializados e processados, e aumentar as compras na feira. Nossas refeições são legumes, carnes e ovo. Cortamos arroz, pão, macarrão, açúcar e todos estes carboidratos. Comemos mais tapioca, frutas, batata doce, suco de limão sem açúcar… Enfim, diminuir todos os carboidratos e aumentar a gordura natural dos alimentos. A Audrey começou com o low carb faz alguns meses e eu segui atrás, hehe…

    Curtido por 1 pessoa

    • aquelaquerebola disse:

      Já pensamos nisso uma época que Matt estava nessa de low carb. Mas eu simplesmente amo carboidratos e farinhas e grãos e tal. Escolhemos cortar os ultraprocessados. Compro as farinhas integrais e a granel, a mesma coisa pra arroz, feijão, grão de bico… Por que vocês resolveram cortar farinhas?
      :**

      Curtir

  2. Lu Cruz disse:

    No momento, ando muito focada nos estudos e tenho deixado a alimentação tão de lado, que já surgiram os problemas, como intestino desregulado, cabelo e pele ruins, entre outras coisas que acontecem lá dentro do corpo e que a gente não consegue ver. Mas, quando voltar ao normal (no fim do próximo mês, eu espero), quero uma mudança radical mesmo. Além dos orgânicos e integrais, que fazer meu próprio pão. É um alimento que consumo todo dia, e quero esquecer dos industrializados, e até mesmo esses de padaria, que a gente não faz ideia do que tem. Gostei da sua lista organizadinha, um exemplo! Beijos!
    Blog Vintee5 | Canal Vintee5

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s