5, Chile ai vamos nós.

Falta pouco mais de uma semana para viajar, e tirando as passagens que foram compradas meses antes e a hospedagem que já está reservada, nada mais foi feito a respeito. Eu costumava ser a louca das viagens, que fazia uma lista infinita de todos os pontos turísticos, suas localizações, informações, e ia dando check em tudo. Agora as coisas vão ser diferente.

Primeiro porque tem um bebê, e eu não faço ideia de como vai ser o ritmo da coisa, e segundo que será uma viagem em duas partes: 1) turistando com a família e 2) vivendo uma vidinha pacata enquanto Matt trabalha. Ou seja, teremos muito mais tempo para conhecer a cidade, para vivê-la de fato. Vamos ficar hospedados em dois bairros diferentes. E vamos descobrir como é fazer isso tudo com um bebê de 6 meses.

mapa_santigo_ubicacion_hoteles

Para organizar as coisas, vou esboçar um roteiro-livre:

Dia da chegada (25/04)
O dia da chegada geralmente não conta, pois pode não sobrar tempo para passeios se a chegada for muito tarde, e se está cansada e coisa e tal. No nosso caso conta menos ainda, pois escolhemos viajar a noite (já que são cinco horas de vôo e estamos torcendo para que o Nico durma todo esse tempo). Não lembro direitinho, mas acho que a gente chega em Santiago tipo 1h da manhã – ou seja, já é outro dia. Tempo só de arrumar algo para comer no apartamento mesmo, tomar banho e dormir.

Dia 1 (26/04)
Para dar uma ambientada vamos conhecer a cidade caminhando. Vamos estar hospedados no Centro para tornar isso bem fácil.Como meus cunhados já estarão na cidade, vamos passear por onde eles ainda não foram muito.

Dia 2 (27/04)
Alugar um carro e ir para Valparaíso e Viña del Mar.

Dia 3 (28/04)
Voltar passando em Isla Negra (lembrar de ligar para reservar).

Dia 4 (29/04)
Ir por conta própria (metro e taxi) e alguma vinícula, dessas não tão badaladas quando Concha y Toro. Esse passeio toma só metade do dia, o restante podemos continuar por Santiago com muita calma.

Dia 5 (30/04)
Minha cunhada vai embora cedo, e nós trocamos de hospedagem, para o bairro de Los Condes – mais perto de onde Matt vai trabalhar. Pensamos aqui ou no dia 01 de maio (Dia 6) ir dar um passeio pelas montanhas, mas nada planejado ainda…

tumblr_m5h28jBA7b1ro6qc6o1_500

Dia 7, 8, 9, 10, 11 (02/05 – 06/05)
Matt vai trabalhar. Vou sair para passear por Santiago com Nico. Calmamente. Flanar.

Dia 12 (07/05)
Voltamos para o Brasil.

Aceita-se dicas de passeios, lugares bacanas, restaurantes e tudo mais 😉

Anúncios

19 comentários sobre “5, Chile ai vamos nós.

  1. Simplifica disse:

    Algumas dicas:
    1. Nunca pegue taxi aleatório, nem mesmo em postos turísticos. Eles costumam roubar e enganar turistas. Use Uber ou Safer Taxi ou outro aplicativo que registre os motoristas. Inclusive no aeroporto, aconselho a pegar um transfer (da pra contratar onde pega a bagagem) é um pouco mais caro, mas 100% seguro. Ignore os taxistas na saída do aeroporto. Eles são chatos e vão tentar convencer você a ir com eles.

    2. Aproveite os sorvetes do Emporio La Rosa. Um dos melhores do mundo. São simplesmente sensacionais. Experimente os cachorros-quentes do Dominó. Meu favorito é o Italiano (salsicha, tomate picado e abacate). Meu bar favorito foi o The Clinic, tem um no centro. A comida é maravilhosa e o ambiente é peculiar, rs. Ainda no centro, adorava o Barrio Lastarria. São ruas pequenas com muitos restaurantes, bares e lojas.

    3. Aproveite os parques. Assim como os Europeus, os Chilenos amam ficar no parque, fazer piquenique. Frequentei muito o Forestal e o Cerro Santa Lucia. Este tem uma escadaria com uma vista legal. Se quiser subir mais, no Cerro San Cristóbal há um funicular pra subir atéeee o ponto mais alto do centro da cidade. Bem bonito.

    4. Há muito que explorar em Providência.. Muitas galerias, lojas de tudo que você possa imaginar. Vale a pena passear a pé. O metrô funciona muito bem, mas no horário de pico é lotaaaado. Principalmente a linha 1.

    5. Valparaíso é uma cidadezinha linda e pra quem gosta de arquitetura, grafite, e explorar a pé, vale a pena. Há muitos restaurantes e cafés espalhados. Difícil conhecer tudo. Recomendo a cervejaria Altamira, e se gosta de Pablo Neruda, visitar a casa dele em Valpo é uma boa. Andar de funicular é interessante também (apesar de vocês estarem de carro). Viña é bonito ver a praia (apesar do frio que vai estar), existem muitos restaurantes mais fancy e o cassino pra quem gosta.

    6. Recomendo a vinicula Undurraga. Da pra ir de ônibus do terminal San Borja. Vale a pena a visita. É bem informativo e se experimenta uns 5 vinhos no final. Alguns vinhos são baratos na loja deles. Mas a maioria dos vinhos recomendo comprar no Jumbo do Shopping Costanera. Vinho para o dia-a-dia tenho como favorito o 4 reds do Portal del Alto.

    Enfim. Há muito que se fazer e explorar em Santiago…. Se eu lembrar de algo a mais eu volto, hehe. Como moramos 1 ano por lá, fizemos muita coisa!

    Curtido por 1 pessoa

    • aquelaquerebola disse:

      Muito muito obrigada 🙂
      amei mais que tudo a dica da sorveteria (sou apaixonada!) e da vinicula (pois ainda nao tinhamos certeza de qual iriamos). Nessa que voce falou tem visita a parte externa?
      Beijos e depois conto como foi 😉

      Curtir

      • Simplifica disse:

        Sim!! Vc escolhe entre os guias que falam espanhol ou inglês, em seguida eles contam um pouco da história da vinícola, mostram as plantações, falam sobre o solo. Mostram exemplares das parreiras, depois mostram as dornas, barris no subsolo e por último a degustação. Algumas vinícolas tem opção de pagar por um almoço e tal (não sei se na Undurraga tem essa opção) mas como o preço é meio salgado, não fui atrás hehe.

        Curtido por 1 pessoa

      • aquelaquerebola disse:

        Entrei no site deles. Gostei muito pois o tour deles tem muito de área externa. Tem uma opção de picnic com queijos. Mandei um e-mail pedindo os valores e se tem disponibilidade para a data que quero.
        Mas vocês acharam mais cara que Concha y Toro?
        Obrigada 😉

        Curtir

      • Simplifica disse:

        Então, nós nem fomos na Concha y Toro. Principalmente porque os chilenos não acham uma boa marca de vinho como nós brasileiros achamos. Não que seja ruim, mas existem outras melhores como a Emiliana, por exemplo… Então não fizemos questão de conhecer.

        Curtido por 1 pessoa

    • aquelaquerebola disse:

      Oi Vera,
      A Colombia tambem estava na nossa lista. Até pq tenho amigas de lá. Mas as passagens estavam mais caras quando olhamos e coisa e tal.
      A decisão foi um pouco por conta do bebê. Nico vai fazer seis meses e já tinhamos pensado desde antes dele nascer que essa era uma boa época para viajar com ele. Ele ainda não anda nem engatinha, não come na rua, não pesa taaanto e nem é tão pequeno para ser perigoso viajar (por mais que eu ache que nunca é perigoso, mas isso vai de cada um). Além do mais, queriamos viajar antes da minha licença maternidade acabar… o resto foi impulso de “vamos?” e compramos a passagem num desses dias aleatórios de promoção 😉
      Espero ter ajudado, rs
      Beijos

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s